A importância da revisão de processos no Hospital de Caridade e Beneficência de Cachoeira do Sul

Voltar a página anterior <

Sistema Tasy representa um marco no HCB e auxilia na revisão dos processos e aumento de faturamento
Texto: Gisélle G. Olimpio


Cachoeira do Sul - RS

Alicerçado em unidades de negócio, o Hospital de Caridade e Beneficência - HCB - já está em processo de informatização há mais de 15 anos. Mas a implantação do sistema Tasy, em 2009, é considerada um marco na instituição.

Flexibilidade para adaptar o sistema ao processo do hospital, atendimento da sua rotina de trabalho, possibilidade de vincular dentro do sistema todas as restrições, alertas dos medicamentos, menos retrabalho, segurança das informações e expectativa de inovação. Esses foram os principais fatores que levaram o HCB a optar pelo sistema Tasy. “A Philips é uma empresa que inova e percebemos isso em suas soluções, que estão em constante evolução e o nosso anseio é acompanhar esta evolução revisando constantemente os nossos métodos para a melhor prática do cuidado”, destaca o assistente Administrativo Mauro Joel da Silva Ferreira.

Já para a coordenadora do Serviço de Enfermagem Fernanda Fontoura, a informatização do prontuário do paciente foi o fator decisivo na escolha do sistema, pela necessidade de melhorar a qualidade, segurança, eficiência e gerenciamento do cuidado. “O Tasy é um sistema integrado que facilita o fluxo de trabalho. Além de melhorar a comunicação, possibilita maior disponibilidade de informação, alertas e restrições para prevenir o uso de medicações, dose, via e frequência inadequadas”, explica.

Revisão de processos e aumento de faturamento


O controle efetivo no HCB representou um salto de aproximadamente 20% no faturamento. “O Tasy possibilitou ajustar os processos com regras, cadastros e tabelas bem definidas que dão embasamento real para qualquer negociação e o aumento de faturamento é a consequência dessa revisão de todos os processos”, informa Ferreira.

Nas instituições que envolvem o cuidado com a saúde, uma função reflete e impacta na outra, por isso é tão importante ater-se a todos os detalhes. Segundo o assistente Administrativo, 75% dos pacientes do Hospital de Caridade e Beneficência são SUS e as possibilidades do Tasy em termos de gestão são um importante diferencial, pois permitem o faturamento de acordo com as exigências do SUS, com informações no tempo certo. Esta mesma facilidade se aplica aos processos com os pacientes particulares e de convênios. A segurança da informação, eliminação de contas sem cobrança e diminuição de glosa têm reflexo financeiro para o hospital.

Entre as mudanças com a implantação do Tasy, destaca-se o papel da TI, que até então era voltada à manutenção de computadores e hardware. “A TI não se envolvia nos problemas”, relata o coordenador de TI Guilherme Tybusch, informando que o Tasy encantou por sua modulagem construtiva. “A facilidade de gerenciar informações transformou a TI em um setor estratégico, que gera dados com vistas à melhoria contínua do processo e metodologia de trabalho”, completa.

“Ter um sistema inteligente que permite a consistência de dados é mais uma garantia ao paciente e aos profissionais”, finaliza Fernanda Fontoura.

O sistema Tasy foi apresentado ao HCB pela Digifull (Distribuidor Autorizado da Philips). Atualmente, o hospital se prepara para automatizar todo o processo de Enfermagem, buscando unificar as informações com o mínimo de papel. Outra expectativa para um futuro próximo é a utilização da mobilidade para checagem beira-leito e a migração para o Tasy em Java.
 

Trabalhe Conosco

Amplie seus horizontes e faça parte de uma das melhores empresas para se trabalhar

+ Veja mais

Treinamento

Especialize-se cada vez mais na ferramenta de trabalho Philips Tasy

+ Veja mais

Outras Edições